Chapecoense encara Interporto com o dever de eliminar jogo da volta

18/03/2015 10:00

A quinta participação da Chapecoense na Copa do Brasil começa nesta quarta-feira (18). Favorito, o time do Oeste quer vencer o Interporto por dois gols de diferença para voltar de Porto Nacional, no Tocantins, classificado à segunda fase. Será o duelo de um clube da Série A do futebol brasileiro contra uma equipe que ainda busca vaga à Série D deste ano.

O técnico Vinícius Eutrópio pensa em preservar alguns jogadores para a sequência do Hexagonal semifinal do Catarinense, mas o objetivo não muda: eliminar o jogo da volta. “Temos um grupo forte. Dá para fazer dois times parelhos”, comentou o diretor de futebol do Verdão, Mauro Stumpf.

Apesar da confiança, o dirigente pediu atitude aos atletas após o empate sem gols com o Joinville, domingo (15), fora de casa. “Eles mesmo reconheceram que estiveram muito abaixo”, disse Maurinho. A Chape deixou de pressionar o JEC mesmo com um jogador a mais desde os 15 minutos do segundo tempo.

Mudanças

Eutrópio ainda não definiu a escalação. Suspensos da próxima partida do Estadual, Vilson e Richarlyson devem dar lugar a Neto e Gil, para eles adquirirem ritmo para o duelo diante do Metropolitano, na Arena Condá. Richarlyson, porém, tem chance de jogar na lateral-esquerda, substituindo Dener.

Recuperado de lesão, Nenén também pode aparecer entre os titulares. A tendência é de que entre no lugar de Wanderson, que seria poupado. Outras possíveis alterações são as entradas de Maranhão, na vaga de William Barbio ou Ananias, Bruno Rangel, saindo Roger, e Pedro, substituindo Apodi.

 

DIFERENÇAS ENTRE AS DUAS EQUIPES:

CHAPECOENSE

Folha de pagamento

R$ 1 milhão/mês

Estádio

Arena Condá (19,9 mil torcedores*)

Divisão nacional

Série A

Ranking da CBF

30º (5.150 pontos)

INTERPORTO

Folha de pagamento

R$ 80 mil/mês

Estádio

General Sampaio (1,8 mil torcedores*)

Divisão nacional

Nenhuma

Ranking da CBF

117º (380 pontos)

 

ESCALAÇÕES: 

INTERPORTO (4-4-2)

Carlão

Isac

Amarildo

Luciano

Alberto

Paulo Roberto

Matera

Valdo

Wesley (Patrick)

Fabinho

João Pedro

Técnico: Roberto de Oliveira

CHAPECOENSE (4-5-1)

Nivaldo

Apodi (Pedro)

Rafael Lima

Neto

Dener (Richarlyson)

Wanderson (Elicarlos)

Gil

Nenén

W. Barbio (Maranhão)

Ananias

Roger (Bruno Rangel)

Técnico: Vinícius Eutrópio

Arbitragem: Sávio Domingos Pereira, auxiliado por Ciro Chaban Junqueira e Luciano Benevides de Souza (trio do Distrito Federal).

Data: 18 de março de 2015. Horário: 20h30. Local: Estádio General Sampaio, em Porto Nacional (TO).

 

 

Diário do Iguaçú