Dunga abusa do mistério e não confirma Firmino nem Jefferson

25/03/2015 18:25

Apesar de ter escalado Roberto Firmino como titular no treino de terça-feira, Dunga resolveu fazer mistério na véspera do jogo contra a França, em Paris. Ele disse que o atacante do Hoffenheim não está confirmado como titular da Seleção Brasileira, assim como todos outros jogadores - nem o goleiro Jefferson foi confirmado por ele. A dúvida vai durar até horas antes do jogo.

A Seleção teve apenas três treinos em Paris. Na segunda-feira, as atividades foram leves, já que os jogadores estavam cansados das partidas do final de semana e das viagens. Nesta quarta, foi importante preservar os atletas para o jogo. Sendo assim, apenas o treino de terça teve uma atividade coletiva mais longa, em que 11 jogadores receberam os coletes e jogaram juntos. Foi neste dia que Firmino atuou como titular, substituindo Diego Tardelli no ataque. Seria a solução para a principal dúvida na escalação do Brasil.

Porém, para Dunga, isso não dá qualquer indício da escalação. "Dar colete é fazer uma mera distribuição de posição, então o atacante tem que formar como atacante. Ontem (terça-feira), o que treinamos foi como fazer o balanço da defesa e a pressão do ataque. Mas independente de quem vai jogar, do nome, tem que ter a cabeça preparada até confirmar no jogo", afirmou o técnico.

O atacante Luiz Adriano é uma opção para o lugar de Firmino. Dunga admitiu que eles têm características diferentes, mas não descartou o jogador do Shakhtar Donetsk como titular. "Ontem, ele não foi titular, mas jogou com o Douglas Costa (entre os reservas), porque a gente tenta não descaracterizar muito o jogador", despistou.

Dunga também foi perguntado sobre o goleiro que será titular, mas novamente não quis responder. Não é uma questão difícil, já que Jefferson foi titular nos primeiros jogos e até defendeu um pênalti cobrado por Messi no jogo contra a Argentina. Ele ficou fora dos jogos contra Turquia e Áustria apenas porque atua no Brasil, deixando Diego Alves como titular. Mas mesmo assim o técnico fugiu da confirmação: "amanhã você vê", respondeu apenas.
 
Terra