Grêmio vence o Novo Hamburgo e garante avanço no Gauchão

26/03/2015 05:29

Ramiro fez o gol da vitória | Foto: Fabiano do Amaral

O Grêmio jogou pouco, deixou o Novo Hamburgo "gostar do jogo", mas nos contragolpes garantiu a vitória que precisava no Gauchão. Com o 1 a 0 no Estádio do Vale, nesta quarta-feira, assegurou vaga antecipada na segunda fase do estadual e voltou à liderança, com 26 pontos. O Noia parou nos 18 pontos e corre riscos de ficar de fora da zona de classificação.

Os comandados de Felipão tiveram um primeiro tempo atípico pelas últimas partidas e deram bastante espaço para o Novo Hamburgo jogar. A equipe da casa, apesar de pressionar no campo do Tricolor, acabou sofrendo castigo pela má pontaria e saiu no prejuízo.

Tricolor deixa o Noia jogar

Os gremistas até começaram pressionando, com Luan perdendo o gol na frente da meta, após combinação de Douglas e Braian Rodríguez. Mas logo o Noia deu resposta. William, com muita liberdade, cruzou na área e Leandrão chutou de primeira, para sorte do Grêmio por cima do travessão.

O goleiro Tiago teve muito trabalho, com a maior parte das jogadas ofensivas concentradas na área tricolor. Aos 18 minutos, fechou o canto no chute de Leandrão. O centroavante recebeu pelo lado direito de Magrão e chutou forte, mas o goleirão conseguiu espalmar. 

Ramiro marca em seu jogo 100

O Grêmio especulava no contra-ataque e o trio de frente acabou fazendo a diferença. Primeiro, Douglas tabelou com Giuliano e chutou de três dedos para quase marcar de cobertura. Aos 32 minutos, quando o Noia pressionava, o contragolpe foi mortal. Giuliano puxou pela direita e encontrou Douglas. O meia serviu Braian na frente da área e esse protegeu para Ramiro. O volante, em seu 100º jogo com a camisa tricolor, chutou forte no canto esquerdo e o goleiro Jandrei aceitou o 1 a 0. Em cobrança de falta, os Novo Hamburgo ainda teve a chance de empatar antes do intervalo, mas Magrão errou por pouco. Ele chutou fortíssimo no canto esquerdo e a bola passou tirando tinta da trave.

A segunda etapa começou no embalo da primeira, com o Novo Hamburgo marcando em cima e ocupando o campo gremista. Apenas especulando, entretanto, o Tricolor passou por poucos lances de risco real. A primeira chance, por sinal, foi tricolor. Matías Rodríguez brigou pela bola e chutou forte, errando por pouco. No mesmo lance, contudo, foi atingido com a sola da chuteira no joelho e sofreu um corte. Galhardo entrou em seu lugar.

Bolívar teve a oportunidade para o Noia em seguida, mas dentro da área pegou embaixo e isolou. A oportunidade mais clara, contudo, foi um quase gol contra. Marcelo Oliveira tentou afastar bola na área e pegou mal na bola, que tirou tinta da trave.

Braian e Mamute perdem chances

O Grêmio respondeu aos 27. Douglas acionou Braian Rodríguez, que chutou forte. O goleiro espalmou para cima e a bola ainda quicou no travessão antes de sair. Mamute entrou no lugar de Giuliano e, em novo passe de Douglas, perdeu mais uma chance do Tricolor ampliar. Chutou cruzado de dentro da área, mas errou o alvo.

Referência na meia, novamente, Douglas quase guardou o seu aos 36 minutos. Tentou o gol de escanteio, com muito efeito, o goleiro não acompanhou e o camisa 10 por pouco não anotou o seu segundo gol olímpico no ano. Daí até o final, o ritmo de partida baixou e o Grêmio administrou o 1 a 0.

Gauchão - 13ª rodada

Novo Hamburgo 0
Jandrei; Fred, César Lucena (Juan) e Bolívar; William Schumster (Lucas Santos), Dê, Magrão, Thiago Humberto (João Henrique) e Paulinho; Márcio e Leandrão. Técnico: Roger Machado.

Grêmio 1
Tiago; Matías Rodríguez (Galhardo), Geromel, Rhodolfo e Marcelo Oliveira; Ramiro, Maicon, Giuliano (Mamute), Douglas e Luan (Fellipe Bastos); Braian Rodríguez. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Gol: Ramiro (32min/1ºT).
Cartões amarelos: Geromel, Tiago e Douglas (G); Magrão, César Lucena e Dê (N).
Árbitro: Daniel Nobre
Local: estádio do Vale

 

 

 

Correio do Povo