Inter preserva titulares pensando em jogo a 25 dias

22/03/2015 13:57

A premissa do Internacional em 2015 é clara: preservar os titulares para Libertadores e usar os suplentes no Gauchão. Tal determinação é totalmente compreensível pela importância dos torneios e o acúmulo de jogos. Mas neste domingo, a preservação se dá para uma partida quase um mês distante. Buscando 'recuperar' o elenco após o último duelo continental, os vermelhos visitam o Veranópolis, às 16h (horário de Brasília), no estádio Antônio David Farina, pela 12ª rodada do Gauchão. 

Segundo a comissão técnica do Internacional, o elenco principal ficou muito desgastado no empate em 1 a 1 com o Emelec, na última quarta, pela Libertadores. Por isso, é necessário poupar os principais jogadores. Mesmo que o próximo jogo pela competição continental aponte apenas para daqui a 25 dias, contra a Universidad de Chile, no dia 16 de abril. 

Por isso, equipe utilizada diante do VEC será totalmente suplente. Lesionado, Lisandro López é desfalque até do time inferior. E o técnico Diego Aguirre pode sofrer em caso de infortúnio. 

Ameaçado pela falta de bons jogos do time vermelho, o uruguaio não tem vida tranquila em Porto Alegre. Mesmo com a classificação até certo ponto segura na Libertadores, o Inter ainda não conseguiu convencer. Com três meses de temporada, uma derrota poderia multiplicar os que acreditam, nos bastidores do clube, que uma mudança de treinador seria o ideal. 

E em vez de se defender, Aguirre vai ousar. Serão quatro laterais em campo. Geferson e William posicionados em suas funções de origem. Alan Rushel possivelmente como volante, ou aberto na esquerda com recuo de Jorge Henrique. E Claudio Winck aberto no flanco direito. Os atletas encaram o compromisso como chance para se firmar na equipe. 

"É mais uma chance de mostrar nosso trabalho. Sabemos que será difícil, mas estamos treinando bem e é mais uma oportunidade de mostrar valor e cavar espaço no time da Libertadores", disse o lateral esquerdo Geferson. 

Mas se tudo aponta para um risco evidente, o retrospecto dos reservas tranquiliza. Em seis jogos, foram quatro vitórias, um empate e uma derrota, que gerou aproveitamento de 72,2%. Melhor que o dos titulares no Gauchão. 

Enquanto isso, o oponente é 12º colocado no Gauchão e luta para se afastar da zona de rebaixamento. No último jogo perdeu para o Passo Fundo pelo placar de 2 a 1. O técnico Julinho Camargo tem uma dúvida no ataque, entre Lê e Túlio Renan. 

FICHA TÉCNICA
VERANÓPOLIS X INTERNACIONAL
 
Data e hora: 21/03/2015 (domingo) 16h (horário de Brasília)
Local: estádio Antônio David Farina, em Veranópolis (RS)
Árbitro: Daniel Nobre Bins
Auxiliares: Júlio Cesar dos Santos e Alduino Mocelin
 
VERANÓPOLIS: Matheus; Afonso, Léo Dagostini, Jadson e Luciano Amaral; Felipe Guedes, Eduardinho e Glauber; Erik, David Dener e Lê (Tulio Renan).
Técnico: Julinho Camargo
 
INTERNACIONAL: Muriel; William, Paulão, Alan Costa e Geferson; Rodrigo Dourado, Jorge Henrique, Alan Rushel, Valdívia e Claudio Winck; Rafael Moura. 
Técnico: Diego Aguirre
 
UOL