Juventude tira a invencibilidade do Inter no Gauchão

08/03/2015 18:14

O Juventude aproveitou o time desfalcado do Inter para encerrar um jejum de seis anos. A torcida do Alfredo Jaconi conseguiu vibrar com uma vitória que não vinha desde 2008 sobre o Colorado. Uma falha de Muriel possibilitou o pênalti e  o 1 a 0 que fez a festa da equipe da Serra, neste domingo. O resultado deixou o Juventude como líder da competição com 17 pontos. O Inter está em sétimo, com 13 pontos. O Colorado volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Aimoré. O Juventude encara o União Frederiquense.

O time reserva do Inter começou tentando impor um ritmo, mas logo surgiram problemas de marcação na etapa inicial. O Juventude começou atrás da linha da bola, mas tomou confiança e empurrado pela torcida passou a pressionar até fazer o gol.

A primeira grande chance colorada veio aos 10 minutos, em falha do zagueiro Pereira. Ele errou a saída de bola e Alan Ruschel apareceu para roubar. O meia invadiu a área e tentou o chute, mas mandou para fora.

Estreia de Lisandro López acabou marcada por derrota para o Juventude | Foto: Alexandre Lops/Inter/Divulgação CP
Zulu fulmina na falha de Muriel

Mais confiante, o Juventude passou a pressionar em seus domínios. Aos 19, Zulu subiu com liberdade na área e cabeceou no canto esquerdo, perdendo o gol por centímetros. Muriel ficou apenas no golpe de vista. No lance seguinte, fulminou as redes, mas teve o gol invalidado de forma incorreta. Elder cruzou e Wallacer correu nas costas da zaga para marcar, mas a arbitragem anotou impedimento.

Sem conseguir equilibrar a partida, o Inter continuou pressionado e viu a situação piorar aos 31 minutos. Juan recuou bola apertada para Muriel, que tentou o chute para afastar o perigo, mas acertou Wallacer. Pênalti que Zulu cobrou forte no meio para abrir o placar a favor da equipe da Serra.

O Inter adiantou a marcação, lançou Alan Costa e Rafael Moura nos lugares de Juan e Alan Farias e passou a pressionar. Ainda assim, a dificuldade continuou imensa para criar chances de gol.

Valdívia pressiona, mas para na defesa

Aos dois minutos, Valdívia perdeu aquelas que seriam as duas melhores da etapa final. Primeiro, driblou dois marcadore se chutou forte, mas em cima da zaga. Na sequência, aparou o rebote e, na cara do gol, carimbou Pereira, mantendo o Colorado com zero no placar.

Na bola parada, o Colorado alçou bolas perigosas para a meta do goleiro Airton, mas sem conclusões claras, a não ser um chute de Rafael Moura recolhido pelo arqueiro. Aos 20, Valdívia tentou a cobrança de falta direta, da esquerda, mas errou por milímetros no canto esquerdo.

Diego Aguirre teve de substituir Lisandro López, sofrendo sem ritmo de jogo, e colocou o rápido Luque. A troca entre os gringos deu mais velocidade, mas o próprio Luque teve apenas uma chance, ao invadir a área na velocidade e chutar com pouco ângulo para Airton recolher. 

Gauchão - 9ª rodada

Juventude 1
Aírton; Pereira, Douglão e Heverton; Hélder (Duda), Vacaria, Alan Schons, Jardel, Wallacer (Dema) e Itaqui (Diogo); Zulu. Técnico: Antônio Picoli.

Inter 0
Muriel; Ernando, Paulão, Juan (Alan Costa) e Geferson; Rodrigo Dourado, Alan Ruschel, Valdívia, Jorge Henrique e Alisson Farias (Rafael Moura); Lisandro López (Luque). Técnico: Diego Aguirre.

Gol: Zulu (32min/1ºT), de pênalti.
Cartões amarelos: Hélder, Jardel, Douglão, Heverton (J); Muriel, Rafael Moura, Alan Ruschel, Alan (I).
Cartão vermelho: Jardel (J).
Local: Alfredo Jaconi, Caxias do Sul (RS)
Árbitro: Anderson Daronco (RS) 

 

Correio do Povo