Sem Roger, Chape monitora situação de Bruno Rangel e analisa alternativas

26/03/2015 20:30

Bruno Rangel Chapecoense (Foto: Laion Espíndula)

É no setor ofensivo a principal dúvida da Chapecoense para a segunda partida contra o Figueirense pelo hexagonal semifinal, neste domingo, às 16h, na Arena Condá. Na partida no meio da semana, o Verdão do Oeste perdeu o centroavante Roger, que levou o terceiro cartão amarelo. A opção natural é Bruno Rangel, que tem seis gols nesta temporada. Só que o jogador está se recuperando de uma contratura muscular na coxa direita.

Há otimismo em relação a Rangel. O jogador foi preservado das duas últimas partidas, e o time do oeste catarinense acompanha a situação do camisa 9. Na manhã desta sexta-feira, o centroavante fará um trabalho específico, conforme o departamento médico. Ele será avaliado até o momento da partida para ver se terá condições de jogo.

O técnico Vinícius Eutrópio aguarda a resposta do DM. O treinador espera contar com Rangel, já que o atleta não sofreu uma lesão. No entanto, o comandante do Verdão analisa possíveis alternativas para a posição. O atacante Yuri é uma opção para a vaga, mas o comandante do Verdão pode improvisar algum atleta na frente e atuar sem um jogador de referência.

- Temos que criar alternativas. A gente preservou o Burno Rangel nessas últimas partidas, e os exames não apontaram lesão. Ele tinha um incômodo na coxa, e a gente tinha que preservar. Se ele tiver condições, vai ser ele sem dúvida. Agora, se não tiver, vamos buscar alguma alternativa para o ataque - comentou o treinador.

 

Com oito pontos, a Chapecoense caiu para a terceira posição da tabela do hexagonal. Neste domingo, às 16h, o time de Eutrópio encara o Figueirense pela primeira rodada do returno da segunda fase. O jogo será na Arena Condá.

 

Globo Esporte