Técnico do Inter está tão surpreso quanto otimista

28/03/2015 11:32

Diego Aguirre estranha pressão, mas prevê melhora no time | Foto: Fabiano do Amaral / CP Memória

Diego Aguirre parece acuado. Quando contratado pelo Inter, no final do ano passado, não acreditava em tanta pressão — resultado mais das atuações e menos dos resultados em campo. No entanto, mantém o otimismo e prevê um crescimento da equipe na fase decisiva da Libertadores.

 

“O Inter está no caminho certo, fazendo um bom trabalho e os resultados estão acontecendo. Temos de olhar para frente e ter paciência, pois a fase de decisões está chegando”, enfatiza o técnico, que completa: “É normal (sobre a pressão). Estou bastante tranquilo, pois sei que na hora decisiva o Inter vai apresentar um bom futebol e um bom funcionamento da equipe”.
Há boatos, negados pelos dirigentes, de que o treinador pode cair em caso de tropeço na partida contra o União Frederiquense, amanhã, fora de casa. Diego Aguirre não acredita na hipótese e segue trabalhando para solidificar um sistema de jogo para a equipe. 

Como o time não deslancha, ele acena com novas mudanças. No treino de ontem pela manhã, Aguirre montou uma escalação diferente da usada nos últimos jogos e deu indícios de que voltará a usar o esquema 4-2-3-1 já contra o União Frederiquense. 

Nilton treinou entre os reservas. Em seu lugar, Diego Aguirre colocou Jorge Henrique, fazendo um tipo de segundo volante com mais saída para o ataque. No ataque, Eduardo Sasha deve ganhar a companhia de Luque. “Há muita coisa boa por vir”, finaliza Aguirre.

 

 

Correio do Povo